domingo, 29 de março de 2015

A leoa que fugiu de humanos-Cap. 1

Eu fui separada da minha mãe quando eu nasci. Separada, não, sequestrada por humanos mas tinha duas crianças humanas em particular que me ajudaram a escapar a Diana e a Tiana. E meu nome é Toxic Mind, mas elas me chamam ou de Toxic ou de Mind. Os humanos me deram esse nome quando minha franja mudou de cor.
Diana:. Eu não sei oque fazer com essa leoa... Afinal a franja dela já mudou de cor e além do mais ela é só uma filhote.
Tiana:. Eu sei Diana, vamos liberta-la amanhã... Ela vai acabar morrendo aqui.
Toxic Mind:. *pensando* Elas vão me ajudar a escapar?
Helena:. Diana, Tiana, filhas venham jantar.
Tiana e Diana em coro: Já vamos, mãe. Tchau Toxic Mind.
Toxic Mind:*miado* Tchau. Que pena que os humanos não entendem o que eu falo.
No dia seguinte...

Agora eu vou contar minha história:
Eu fui sequestrada por humanos quando eu nasci. Minha mãe foi separada de mim, agora eu vivo com minha “irmã” de criação a Psychopath uma filhote da minha idade que sofreu mutação genética e um tipo de “lavagem cerebral” e ficou maluquinha de pedra, por isso o nome e a cor dos olhos.
E eu também vivia com as gêmeas Dead e Crazy. Os humanos não tem criatividade pra dar nomes.
A Dead tem o pelo claro e olhos em espiral e a Crazy tem o pelo escuro.Elas tinham o pelo preto e os olhos vermelho sangue mas devido as lavagens cerebrais e as mutações genéticas, o pêlo delas ficou amarelo. E nós vivíamos também com as trigêmeas a Black Sapphire, a New Moon e a Crepúsculo.

A Black Sapphire é a que tem o lado direito preto e o lado esquerdo creme. A New Moon é a que tem as patas e a barriga preta e a Crepúsculo é a preta com marrom.
Nós íamos ganhar a ajuda da "Tia" e da "Dia", os apelidos das crianças...

Nenhum comentário:

Postar um comentário